Blog

visualizações: 2540

DERMATOLOGIA – Beleza saudável no verão

DERMATOLOGIA – Beleza saudável no verão

Dra. Ivete Fauri

Há quem ache o verão a estação mais agradável do ano, e acaba abusando da vida ao ar livre, esquecendo que serão apenas 3 meses.

O verão pode ser uma delícia; mas, para que a estação mais quente do ano não prejudique sua beleza – e muito menos sua saúde –, é essencial tomar alguns cuidados.

Vale observar algumas regras básicas de como aplicar o filtro solar, qual é a alimentação recomendada para as altas temperaturas, e quais os cuidados na hora de escolher os produtos para a pele.

Filtro solar

  • O filtro solar deve ser aplicado, cuidadosamente em todo o corpo, 20 a 30 minutos antes de iniciar a exposição ao Sol. Assim, sua ação terá maior eficácia pela estabilidade que irá ter na pele. Não esquecer de aplicar uniformemente, incluindo orelhas, pescoço, axilas e áreas menos expostas;
  • A pele leva de dois a três dias para produzir e liberar a melanina, pigmento que dá a cor bronzeada. Ficar muito tempo no Sol em um mesmo dia, não acelera o bronzeamento da pele: só irá causar queimaduras, levando a danos futuros, como o envelhecimento precoce, rugas e câncer de pele;
  • Use um fator de proteção solar (FPS) 15 ou maior. Pessoas de pele muito clara, ruivas, com olhos claros ou sardas são mais propensas ao câncer de pele e devem usar no mínimo FPS 30;
  • O filtro solar deve ser usado diariamente nas áreas de pele expostas ao Sol. E a aplicação precisa ser renovada a cada duas horas, ou em caso de transpiração excessiva, permanência na água ou prática de esportes;
  • Muitas pessoas esquecem que, mesmo à sombra, a proteção é necessária, já que os raios de Sol refletem em superfícies como a areia, o concreto e a água;
  • Não deixar o frasco do protetor solar exposto diretamente no Sol, pois seu poder de proteção pode ser danificado;
  • Passe filtro solar também sobre as cicatrizes, pois quando recentes, elas podem se tornar escuras com a exposição ao sol, e, quando antigas, propícias ao desenvolvimento de tumores de pele;
  • O bronzeamento artificial em câmeras causa danos tão intensos ou maiores que o sol. Também não recomendamos o uso de substâncias que promovam a aceleração do bronzeamento.

Alimentação no verão

  • Ingerir frutas e legumes devido à quantidade de vitaminas antioxidantes e também aos carotenos que protegem a pele do sol. Entre estes: tomate, laranja, cenoura, brócolis, espinafre, cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenóides, substância que se deposita na pele e retêm as radiações ultravioletas. Esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha;
  • Um bronzeado intenso pode causar desidratação, febre, desmaio, delírio, choque, pressão sanguínea perigosamente baixa e batida irregular do coração. É importante aumentar a ingestão de líquidos para pelo menos dois a três litros por dia no verão. Abuse da água, suco de frutas e da água de coco;

Produtos

  • Previna-se contra o ressecamento dos cabelos e da pele, muito exposta ao sol e mar. Para isso, a solução é simples: uma loção hidratante após o banho e o uso mais rotineiro dos cremes de cabelo sem enxague. Existem até cremes com fator de proteção solar para usar nos cabelos durante o dia no mar ou na piscina;
  • Não juntar restos de protetores para reaproveitá-los;
  • Não negligencie a qualidade do fator de proteção solar. Os produtos indicados devem ter sempre registro no Ministério da Saúde, e, se possível, com proteção UVA e UVB.

Lembre sempre: cuidar da pele não é “uma bobagem”, como muitos dizem. É importante ter esse cuidado principalmente na infância e na adolescência; assim, com certeza, a pessoa terá uma pele mais saudável na vida adulta, com uma menor possibilidade de aparecerem as manchas senis e também com pouquíssimas rugas.

Fonte: Região Celeiro / Dra. Ivete Fauri



Um comentário para “DERMATOLOGIA – Beleza saudável no verão”

  1. Felisberto disse:

    Está página gostei muito é e muito útil.

Deixe seu comentário