Blog

visualizações: 2851

Teoria da conspiração: os maias podem estar certos

Muitos dos estudiosos das religiões em geral já previam uma avalanche de teorias mirabolantes sobre o fim do mundo devido à escritos maias que poderiam indicar o fim do mundo em dezembro de 2012. Sem nenhuma evidência que comprove qualquer coisa em relação à isso, após a febre do “fim do mundo”, a mais recente depois de dezembro de 1999, que culminou com o filme “2012″ (péssimo, por sinal), as pessoas passaram a falar menos sobre o assunto.

Qualquer “profecia” que não esteja baseada em experimentos científicos, ocorre por pura coincidência. Nenhum “profeta” contemporâneo, em sã consciência, bradaria aos quatro cantos que o sol nasceria no dia seguinte. Isso é simples ciência.

Pois bem, ocorre que as coisas podem ser um pouco mais complicadas do que parecem…

Entre inúmeros erros de tradução que, infelizmente, prejudicaram o amplo acesso a textos antigos, um dos mais interessantes, certamente, é o famoso “apocalipse”. Este é um livro da Bíblia, a última parte do livro sagrado dos cristãos. O grande problema é que os cristãos sempre entenderam o apocalipse como um cataclísmico fim dos tempos, mas as coisas podem ser bem diferentes do que muitos pensam.

Originalmente, “apocalipse” não significa destruição, mas revelação. O que muitos acham ser o fim destrutivo do planeta Terra, não passaria de uma transformação da humanidade. Sendo assim, a intenção original (deturpada, como ocorreu com a maioria dos textos antigos) seria a de mostrar que o fim do mundo como nós conhecemos estaria por vir, ou seja, mudaríamos nossa maneira de ver o mundo, mergulharíamos num período de iluminação cultural. É provável que originalmente, a intenção fosse mostrar o fim do mundo cultural, e não o fim do mundo físico.

O pior erro de tradução de todos os tempos, provavelmente está no Alcorão. A famosa promessa de 72 virgens no paraíso para cada mártir muçulmano pode ser um grande equívoco. Estudiosos alegam que “virgens” é uma tradução errada de “passas brancas claras como cristal”. Se as pessoas vivessem a verdade, certamente muitas vidas seriam salvas.

A verdade é que, se em dezembro de 2012, ou até lá, houver uma grande descoberta científica que leve a um período de iluminação intelectual da humanidade, ou qualquer coisa parecida, podemos dizer que, de certa forma, os maias tinham razão.

Fonte: Papo de Estudante



Um comentário para “Teoria da conspiração: os maias podem estar certos”

  1. Paulo Zamora disse:

    Infelizmente as pessoas não estão querendo ouvir, enxergar, aceitar, saber o que está acontecendo com o nosso planeta, com a humanidade. Muitas são as mensagens deixadas aqui na Terra para mostrar aos humanos o que acontecerá neste ano, aliás, já está acontecendo. Algo muito importante. Pena que nem todos dão a devida importância.

Deixe seu comentário